quarta-feira, 30 de abril de 2014

Planeta dos Macacos - A origem

     São Francisco, Will Rodman (James Franco) é um cientista que trabalha em um laboratório onde são realizadas experiências com macacos. Ele está interessado em descobrir novos medicamentos para a cura do mal de Alzheimer, já que seu pai, Charles (John Lithgow), sofre da doença. 
      Após um dos macacos escapar e provocar vários estragos, sua pesquisa é cancelada. 
      Will não desiste e leva para casa algumas amostras do medicamento, aplicando-as no próprio pai, e também um filhote de macaco de uma das cobaias do laboratório. Logo, Charles não apenas se recupera como tem a memória melhorada, graças ao medicamento. Já o filhote, que recebe o nome de César, demonstra ter inteligência fora do comum, já que recebeu geneticamente os medicamentos aplicados na mãe. O trio leva uma vida tranquila, até que, anos mais tarde, o remédio para de funcionar em Charles e, em uma tentativa de defendê-lo, César ataca um vizinho. O macaco é então engaiolado, onde passa a ter contato com outros  e, cada vez mais, se revolta com a situação, visto que desenvolveu inteligência e emoções semelhantes às dos humanos. Surge então uma batalha épica  para determinar a espécie dominante no planeta!

E você, o que tem a nos dizer sobre o filme "Planeta dos Macacos - A origem"?    
                
Dê sua opinião sobre o filme de maneira original e crítica. 
Se achar interessante, pode escolher uma cena para comentar.
É importante ressaltar os aspectos filosóficos do filme, afinal, estamos em busca de aprimorar nosso pensamento! 
Tenha cuidado com os erros gramaticais e com os vícios de linguagem da internet.                                                                 

17 comentários:

  1. Olá, achei incrível esse filme, por mostrar como é a capacidade mental do homem "por ser um animal racional", ter o poder de criar novas coisas e etc... mostrando como está evoluindo nossa medicina, há respeito com a droga para o macaco. Um ponto crítico negativo foi, que tentaram tanto melhorar a saúde, e a mentalidade dos macacos que seriam para o homem, que acabou piorando mais ainda quando foi testar no PRÓPRIO PAI... Alan Victor - 3ª Ano médio

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este filme pode ser considerado um dos melhores em relação ao tema "Avanço Tecnológico" pois nos mostra claramente o quanto a ciência é neutra em relação aos valores e fins - visto que- ela tanto pode ser boa quanto ruim, e nunca saberemos quando será ou não, o que pode se tornar um paradigma, já que na ciência, as coisas necessitam bastante do auxílio de testes práticos e análises.
    No filme, podemos citar duas personagens e uma droga, uma delas seria o protagonista principal, César, um chimpanzé que graças à esta droga, obteve extrema inteligência, enquanto o pai do cientista Will Rodman (Criador da droga intitulada Vírus ALZ-112), que tem mal de Alzheimer foi curado, mesmo que por pouco tempo, até seu corpo produzir anticorpos que anulavam o efeito da droga. Até aí a ciência nos mostra que pode ser boa, no entanto, um dos assistentes de Will, após ingerir esta droga, porém, modificada (ALZ-113) morreu, pois a mesma tinha efeitos opostos aos que provocavam nos chimpanzés. Daí nos revela que a ciência também pode ser ruim, como exemplo do filme, na medicina ( A ciência cria curas, e também cria doenças) nos fazendo voltar a questão de que a ciência é neutra. Para terminar, é importante lembrar que o filme também nos mostra um pouco sobre avanços científicos, pois droga permitia chimpanzés ficarem altamente inteligentes, e isto de fato nos mostra o quanto os avanços da civilização dependem muito da ciência.

    Wallysson Silva - 3º ano. Colégio São Lucas Alagoano.

    ResponderExcluir
  4. Em um centro de pesquisas , eles tipo testavam varias coisas nos macacos , e existia um vírus que aumentava o QI deles, então os macacos começaram a ficar muito inteligentes e assim teve que sacrifica-los ...
    O home em Wil Rodman que trabalha la não quis sacrifica-lo então o levou pra casa ... depois de anos... ele cresceu... .. ele ficou agressivo e atacou um homem , por isso mandaram ele pra uma especia de (muitos macacos ficavam la ) não sei mais tipo um espaço onde só tinha macacos... (nome do macaco é Cesar) então César ficou triste , uns macacos atacavam ele, os macacos eram maltratados,...
    César conseguiu fugir e assim pegou todos os vírus , aplicou em todos os macacos e foram destruindo tudo ate chegar em um lugar onde eles viveriam livres

    Dheryson Manoel - 3º ano. Colégio São Lucas Alagoano.

    ResponderExcluir
  5. O filme relata que varios cientista que trabalha em um laboratório onde são realizadas experiências com macacos. Ele está interessado em descobrir novos medicamentos para a cura do mal de Alzheimer, já que seu pai, Charles (John Lithgow), sofre da doença. Após um dos macacos escapar e provocar vários estragos, sua pesquisa é cancelada. Will não desiste e leva para casa algumas amostras do medicamento, aplicando-as no próprio pai, e também um filhote de macaco de uma das cobaias do laboratório. Logo Charles não apenas se recupera como tem a memória melhorada, graças ao medicamento. Já o filhote, que recebe o nome de César, demonstra ter inteligência fora do comum, já que recebeu geneticamente os medicamentos aplicados na mãe. O trio leva uma vida tranquila, até que, anos mais tarde, o remédio para de funcionar em Charles e, em uma tentativa de defendê-lo, César ataca um vizinho. O macaco é então engaiolado, onde passa a ter contato com outros símios e, cada vez mais, se revolta com a situação.

    João carlos do santos silva- 3° ano Colégio São Lucas Alagoano

    ResponderExcluir
  6. O filme retrata o mal e o bem que a ciência pode causar e o subjetivismo que ela causa nas pessoas. Um super-remédio que no começo tem o intuito de neutralidade, nenhum benefício próprio, muda de plano total ao cientista chegar a sua casa e confrontar seu pai com a doença de Alzheimer. O filme então cria um proposito, o porquê da droga ser tão importante para o cientista. Depois de uma tentativa frustrada, por pouco inútil da utilização da droga e em meio a tanto embaraço na fuga de um dos macacos usado por eles para o teste da droga. Nasce César, um macaco comum na primeira visão, em dias começa a demonstrar uma habilidade impressionante, completando a tabua de Lucas em fração de segundos. E isso renasce a vontade do cientista em ver o pai dele bem. Novas drogas foram criadas, a partir do estudo em César, e o pai do cientista ficou bom por algum tempo até a doença voltar mais forte e não ter tanto jeito. Em uma parte do filme, César, tenta salvar o pai do cientista e é condenado a viver em uma prisão de macacos e lá conhece uma macaca que sabe sinais, se comunicam, viram amigos. César aprende sobre liberdade, sobre a superioridade que os humanos têm sobre animais, plantas e tudo que tem em sua volta e pode ser destruído. O filme levanta a questão do avanço tecnológico em geral, drogas super potentes que deixam macacos altamente inteligentes, habilidosos. A ciência ainda acredita em ser superior aos demais conhecimentos, devido a toda sua objetividade. Através de pequenas demonstrações, pretende uma intervenção no mundo real, com a sua extrema objetividade, acaba criando uma crença científica.
    Matheus Anthony - 3º Ano Colégio São Lucas Alagoano

    ResponderExcluir
  7. O filme é muito interessante porque mostram todos os lados da ciência, seus pontos positivos e negativos, nos mostra o quanto a ciência pode ser boa ou ruim, tudo isso ao mesmo tempo, o foco principal do filme seria a medicina. Um cientista, que gasta muitos anos de sua vida cria um tipo de droga para tentar combater a doença de seu pai (sem saber os efeitos colaterais, isso já nos mostra o quanto a ciência é duvidosa e é preciso uma série de testes para ser comprovada), o que acaba se tornando um avanço cientifico quando descobrem que a droga que o cientista criou, ao ser testado em chimpanzés, podia fazer com que os mesmo ficassem muitos inteligentes, talvez até mais do que humanos. A partir daí, o filme, que a principio se tratava apenas de medicina fica mais interessante quando o chimpanzé chamado César começa a se comportar como humano, sendo treinado pelo cientista criador da droga, que passa a ser seu "PAI". Mais na frente é mostrado que esta droga fazia mal para os seres humanos, isto já é considerado como um ponto negativo. Interessante como a ciência é "Neutra", uma droga que dá inteligência aos macacos e mata humano.
    Aline Cardoso - 3° Ano - Colégio São Lucas Alagoano.

    ResponderExcluir
  8. O filme exibido em sala foi bastante interessante, pois nos proporcionou vários conhecimentos a respeito da ciência, além de relacionar a mesma com as matérias propostas: filosofia e sociologia.
    No filme, podemos identificar não só o avanço científico e tecnólogico, existentes através da criação de uma droga com o propósito de uma '' cura para a doença mal de Alzheimer '' aplicadas em chimpanzés, onde o principal é César. Mas também podemos identificar casos como: a ética, neutralidade científica, refutibilidade e superioridade, onde compara os cientistas a deuses ou mitos, pois os cientistas se fazem superiores às demais formas de conhecimento, por apresentarem características objetivas em suas determinadas pesquisas e também pelo fato de os mesmos possuírem autoridade, pois sabem o que estão falando e os outros então os ouvem e os obedecem, sem entrar em conflito com seu pensamento, o que determina dizer que os mesmos conseguem induzir o comportamento e inibir o pensamento dos demais.
    Entretanto, o filme mostrou de forma clara e objetiva que a ciência possui não só pontos positivos, como: o avanço na cura de doenças, mas também exibiu aspectos negativos, pois a ciência em si só se preocupa com os métodos, segundo einstein, porém é cego quanto a fins e valores, ou seja, a ciência não se preocupa se aquele determinado método pode ou não trazer outro problema futuro, outra doença e o quanto irá ser alto o custo, pois nem todos possuem condições financeiras para obterem determinada '' cura.''
    José Igor - 3° ano - Colégio São Lucas Alagoano.

    ResponderExcluir
  9. O filme mostra o quanto a ciência esta crescendo e ao mesmo tempo apresenta aspectos bons e ruins em nossa sociedade, um bom exemplo é a obsessão de Will em descobrir a cura para a doença de seu pai, o que acaba se tornando um dos pontos negativo mais óbvio do filme que é a tentativa de cura, que juntamente com os testes nos macacos acaba resultando em um fato absurdo (a inteligência jamais vista em macacos).
    Podemos ver também a superioridade no filme que esta presente nas cenas onde os macacos são maltratados e humilhados e na ciência, pois nossa sociedade passou a ver-la como um tipo de conhecimento superior.
    Devemos presta atenção também a neutralidade que tenta entender a ciência como se ela fosse parte da sociedade, no entanto produções cientificas e tecnológicas dificilmente são financiadas o que também é apresentado no filme, pois apesar do projeto de Will ter algumas falhas ele poderia sim ter sido aprovado, lembrando também que conhecimento científico NÃO é neutro, e o seu uso é menos neutro ainda, como podemos ver claramente no filme.
    Maria Eduarda 3º Ano - Colégio são lucas Alagoano.

    ResponderExcluir
  10. A ciência é retratada de uma forma com que a o cientista apenas pensa nos fins da sua pesquisa, e não nas causas problemáticas! O filme mostra a criação de uma nova raça de macacos, a partir da criação de um produto( vacina) desenvolvida pelo cientista, que mesmo pensando que deu errado com sua cobaia, no caso o macaco, ele continua a sua pesquisa e resolve tentar implanta-lá no seu pai, que possuí uma doença! A superioridade é mostrada o tempo todo ao longo do filme. Mostrou também que todo mito é perigoso, pois induz o comportamento e inibe o pensamento, nesse caso podemos explica de tal forma: o cientista que é o mito, acaba se tornando perigoso pois, sua pesquisa induz o seu comportamento de superioridade, e inibe o pensamento de poder dar errado. Bom então é isso, o conhecimento dos mitos e do avanço tecnológico que contém no filme, nos proporcionou a ver de uma forma mais clara e objetiva sobre temas da atualidade!
    Ayrton Alexandre Farias Batista 3° ano. CSLA.

    ResponderExcluir
  11. O filme mostra como uma ciência e a cientista tem o seu lado negativo e positivo, o filme passado na sala de aula fala de um centro de pesquisas o qual tentava vários vírus em macacos mais nesse centro de pesquisas tinha um vírus que aumentava o metabolismo deles ele os macacos começou a fica inteligentes a assim começa a história, o filme gira em torno de um cientista não min lembro do nome dele  ele fica lutando e gastando anos da sua vida por uma descoberta de uma droga capaz de curar o mal de Alzheimer só que além de testa essas drogas em macacos ele começa a tenta em seu pai e não tem resultados muito bom o seu pai começa a ficar pior do que já estava e o macaco reage de uma forma mais agressiva e com uma inteligência fora do normal e por causa de suas reações agressiva ele o macaco vai pra um reserva a qual diz que vai cuida dos animais mais faz com o que os macacos fiquem com mais estressados e agressivo e e quando um macaco que estava sento testado pelo centro de pesquisa começa a usar sua inteligência para sair do lugar a onde ele e os outros estava e vão a procura do lugar a onde o alto do filme lava o macaco do centro de pesquisa e no final a única coisa que os macacos queria era fica em seu na natureza . Esse foi meu ponto de vista sobre o filme espero que tenha gostado.
    Kivia Prislane França de Amorim 3º Ano CSLA

    ResponderExcluir
  12. O filme relata o avanço tecnológico de maneira critica, dando seus prós e contra em todos os processos. A criação de uma nova droga, no começo do filme, nos deixa em primeira vista para o bem comum de todos, mas com o desenvolvimento do filme, descobrimos que não. Einstein, falava que a verdadeira ciência, não deveria ligar-se a politica, religião e ciência, mas sim a um bem comum. A droga é testada num chimpanzé, cujo filhote, Cesar, passa a morar na residência do jovem cientista, após as pesquisas com o medicamente terem sido suspensas devido à perda de controle do animal. Cesar passa a se manifestar, com inteligência sem precedentes nos primatas, Cesar sai para passear em uma reserva natural, se vê diante de um cão preso a uma coleira por seus donos, fato que, surpreendentemente, o faz mergulhar numa profunda reflexão sobre qual o seu real papel naquela sociedade até então dominada pela espécie humana. Fica muito claro no filme que os cientista se acham superiores a outras dinâmicas, a outras matérias. E incessantemente não desistem de projetar uma nova droga, tanto pela cobiça do dinheiro, por parte do dono da empresa, e pela cobiça de ter seu pai bem, por parte do médico.

    Willyan Cesar Camilo Rodrigues 3º ano Médio

    ResponderExcluir
  13. Toda trama do filme gira em torno da ciência, onde o cientista Will está focado totalmente em descobrir uma nova droga que possa curar seu pai que sofre de Alzheimer. Ao longo das pesquisas ele descobre que algo saiu errado com o filhote de macaco que tinha sua mãe como cobaia do laboratorio onde will trabalhava, ao longo do tempo César(macaco) demonstra habilidades extraordinárias e uma inteligência bem superior aos seus semelhantes de raça, graças a tal droga. Podemos ver no filme q sempre esta sendo mostrado q o personagem will esta sempre mais preocupado com sua pesquisa e por isso acaba agindo de forma errada, mas para o cientista o q vale é só a sua pesquisa. Gostei mto pq também fala das relações entre humanos e a nova raça fictícia, os humanos tentando mostrar q são superiores, com todas as suas armas na cena da ponte, e os macacos mostrando q podem ser tbm a raça dominadora!
    Jamerson Gomes, 3º ano Colégio são lucas alagoano

    ResponderExcluir
  14. Will Rodman (James Franco) é um cientista que trabalha em um laboratório onde são realizadas experiências com macacos. Ele está interessado em descobrir novos medicamentos para a cura do mal de Alzheimer, já que seu pai, Charles (John Lithgow), sofre da doença. Após um dos macacos escapar e provocar vários estragos, sua pesquisa é cancelada. Will não desiste e leva para casa algumas amostras do medicamento, aplicando-as no próprio pai, e também um filhote de macaco de uma das cobaias do laboratório. Logo Charles não apenas se recupera como tem a memória melhorada, graças ao medicamento. Já o filhote, que recebe o nome de César, demonstra ter inteligência fora do comum, já que recebeu geneticamente os medicamentos aplicados na mãe. O trio leva uma vida tranquila, até que, anos mais tarde, o remédio para de funcionar em Charles e, em uma tentativa de defendê-lo, César ataca um vizinho. O macaco é então engaiolado, onde passa a ter contato com outros símios e, cada vez mais, se revolta com a situação.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. O filme fala de um cientista que estudava a cura para o mal de alzheimer, o qual, usava macacos como cobaia, uma destas cobaias estava prenha, e os cientistas não sabiam quando foi capturada na selva. Ao dar a cria,o filhote nasceu pela genética, dotado de grande inteligência, por causa das fórmulas químicas aplicadas na mãe.
    O cientista adotou o filhote para sua casa, o qual, cresceu em inteligência e afetividade; protegia o pai do cientista que tinha o mal de alzheimer.
    Com o tempo,seu dono o levou para ficar preso em jaula, pois os vizinhos sentiam-se ameaçados por ele. Nessa situação, ele cometeu uma fuga, voltou na casa do cientista e roubou a fórmula química, depois retornou para jaula, aplicando esta fórmula que tinha forma gasosa em outros macacos. Todos se rebeleram e o elegeram como lider, conduziu o grupo inteiro para floresta.

    ResponderExcluir
  17. Neste filme observei quem em um centro de pesquisas , eles tipo testavam varias coisas nos macacos , e existia um vírus que aumentava o QI deles, então os macacos começaram a ficar muito inteligentes e assim teve que sacrifica-los ...
    O homem Wil Rodman que trabalha la, não quis sacrifica-lo então o levou pra casa ... depois de anos... ele cresceu... .. ele ficou agressivo e atacou um homem , por isso mandaram ele pra uma especie de onde (muitos macacos ficavam la ) não sei mais tipo um espaço onde só tinha macacos... (nome do macaco é Cesar) então César ficou triste , uns macacos atacavam ele, os macacos eram maltratados,...
    César conseguiu fugir e assim pegou todos os vírus , aplicou em todos os macacos e foram destruindo tudo ate chegar em um lugar onde eles viveriam livres, e eles não chegaram a machucar ninguém pois só queriam chegar no lugar tranquilamente.

    Aluna: Liliane dos Santos Araujo
    3°Ano. Colégio São Lucas Alagoano

    ResponderExcluir